Ellodigital

blog article

Planejamento estratégico e inovação: fazendo sua empresa crescer

Quando se fala em inovação, tem-se a ideia de que a mesma está relacionada ao lançamento de um novo produto ou serviço, porém não se trata especificadamente disso, pois segundo Gallo (2010) inovação não se trata de mais recursos e sim de como usá-los. Continua o mesmo autor dizendo que num mundo que enfrenta constantemente crises financeiras e que exige muitos recursos naturais, os inovadores e os criativos transformam os problemas em oportunidades de crescimento.

De fato inovar não é algo fácil, segundo Bes e Kotler (2011) a inovação é um processo difícil de mensurar e difícil de administrar, pois a maioria das pessoas só enxerga sua necessidade quando a empresa precisa crescer, sendo que em tempos de recessão alguns executivos concluem que o processo de inovação não vale a pena.

E para que a inovação possa acontecer, o planejamento estratégico é de extrema importância para as empresas, sejam elas, micro, pequenas ou grandes, pois através dele é possível identificar seu mercado alvo, as oportunidades, ameaças, forças e fraquezas, além de mostrar a direção e os limites dos negócios e produtos, de modo que gere lucro e crescimento sustável. Drucker (1984) conceitua o planejamento estratégico como um processo contínuo de tomar decisões atuais que envolvem riscos, além de organizar sistematicamente as atividades necessárias à execução dessas decisões e, através de uma retroalimentação organizada e sistemática, medir o resultado dessas decisões em confronto com as expectativas alimentadas, ou seja, o planejamento estratégico não é uma caixa de mágicas, nem um amontoado de técnicas, e sim um pensamento analítico e conexão dos meios a certas medidas (grifo do autor).

Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, SEBRAE 2012, por meio do planejamento, será possível prever os recursos necessários para alcançar os objetivos traçados e se preparar para problemas que possam aparecer.

Fonte