Ellodigital

blog article

Saiba como Criar Conteúdo para o seu Cliente

Profissionais da área de Marketing ou não, milhões de usuários criam conteúdo todos os dias. Seja em redes sociais como instagram, reddit ou twitter, além de sites e blogs corporativos.

Em meio a tanta informação, planejar e construir conteúdos relevantes (e efetivos) têm sido um grande desafio — principalmente diante da diversidade dos públicos existentes.

O lado bom é que tais públicos deixam seus “rastros” de consumo enquanto devoram os conteúdos apresentados. Isso nos permite montar perfis de clientes específicos, otimizando o conteúdo oferecido e seu desempenho na estratégia de comunicação do seu negócio.

Mas como o perfil do cliente pode nos ajudar no planejamento e distribuição do conteúdo? Separei 4 ações para você implementar na rotina de conteudista. Vamos lá!

1. Identifique as personas

Sabe quando você dedica aquele tempo e energia pesquisando o perfil dos clientes mais engajados?

E quando acaba descobrindo o quanto em comum eles têm? Idade, gênero, preferências sociais, formação acadêmica, segmento profissional, objetivos de vida...

A convergência dessas informações numa amostra significativa — ou seja, um padrão de características e necessidades do seu cliente — é o que chamamos de persona.

Cada tipo de negócio pode apresentar diferentes personas, dependendo da variedade de serviços que sua empresa oferece.

Peguemos como exemplo o Rock in Rio. O festival, que conta com uma forte estratégia de comunicação em diversos canais, apresenta um público de faixa etária variada — de adolescentes até idosos, ambos os gêneros e incontáveis formações e estilos de vida.

O que une esse público tão diverso? Bom, como hoje em dia o festival transcende praticamente todos os gostos, um grupo de consumidores que reúna os mesmos interesses musicais e de entretenimento pode ser representado por uma persona.

A convergência dessas informações numa amostra significativa — ou seja, um padrão de características e necessidades do seu cliente ideal — é o que chamamos de persona.

Claro que deve haver todo um cuidado ao alinhar o produto (no caso do festival, vai desde o ingresso até as experiências oferecidas ao longo do dia) com a persona ideal.

Se imaginarmos que a persona do festival é bastante ativa nas redes sociais — em especial, o Instagram — seria válido investir em conteúdos que expliquem as features mais recentes do aplicativo, técnicas e tutoriais de como tirar aquela selfie perfeita, por exemplo.

É recomendado o uso do Gerador de Personas, uma ferramenta gratuita disponibilizada na parceria entre a Resultados Digitais e a Rock Content. Ela irá facilitar bastante na identificação das personas de seu negócio.

 

2. Mapeie o comportamento

Outro aspecto importante na hora de planejar seus conteúdos é mapear o perfil comportamental dos seus clientes.

Existem diversas metodologias que abordam o comportamento humano — a maior parte com embasamento científico. Podemos citar algumas que se destacam no mercado, como o DISC, MBTI e Big Five.

Com a ascensão da inteligência artificial, as então HR Techs passaram a oferecer soluções que processam os perfis comportamentais de maneira ágil e assertiva, eliminando o desgaste operacional e limitado dos testes em papel.

Agora você deve estar se perguntando:

Ok, mas como isso me ajuda a planejar meus conteúdos?

A gente sabe que cada indivíduo é um universo de motivações e escolhas. Aliás, a natureza peculiar da pessoa impacta diretamente na forma como ela irá absorver e reagir ao seu conteúdo.

No caso da Metodologia DISC, por exemplo, existem basicamente 4 perfis típicos:

  • Dominantes (representado pela cor vermelha): são independentes, motivadas pela obtenção do sucesso, que geralmente conseguem fazer as coisas a seu modo.
  • Influentes (representado pela cor amarela):são otimistas, amigáveis, extrovertidos, calorosos e abertos em relação às pessoas, atuando de maneira sociável e gregária.
  • Estáveis (representado pela cor verde): são pacientes e pouco exigentes, que encaram a vida de forma ponderada e estável, frequentemente mostrando empatia e lealdade àqueles que o cercam.

Para cada um dos quatro perfis, você pode aplicar estratégias de comunicação escrita, oral e visual na hora de planejar o seu conteúdo.

Enquanto um cliente de perfil dominante optaria por conteúdos mais objetivos e que lhe ajudem a alcançar seus objetivos, um cliente conforme reagiria melhor a conteúdos ricos em detalhes e autoridade no assunto.

Faça uma análise da base de clientes e do público potencial e veja como eles se encaixam nas características descritas acima. Se possível, busque parcerias com empresas que ofereçam a inteligência comportamental.

Fonte